top of page
Buscar
  • Foto do escritorForcafé

Primeira cooperativa certificada de baixo carbono do mundo será lançada no Cerrado Mineiro


O mundo está de olho nas propostas e ações para a mitigação das emissões de gases do efeito estufa que geram as mudanças climáticas. No Brasil, na Região do Cerrado Mineiro, a primeira Jornada “O Mercado e o Café Carbono Neutro” acontecerá nos dias 29 e 30 de novembro, em Monte Carmelo (MG), para exatamente trazer a conscientização voltada à conservação do ecossistema, compartilhamento de ideias, evolução do conhecimento que envolve toda a cadeia do café e promover a integração entre os elos, capturando mais valor à agroindústria do grão.

Esta primeira edição tem a iniciativa da Cooperativa dos Cafeicultores do Cerrado de Monte Carmelo (monteCCer), Sebrae Minas e apoio do Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora). O evento tem a intercooperação e correalização das cooperativas que integram o setor cafeeiro da Região do Cerrado Mineiro, como Expocaccer, Carmoccer, Carpec e Coocacer e o apoio da Federação dos Cafeicultores do Cerrado e da Fundação de Desenvolvimento do Cerrado Mineiro (Fundaccer).

“A jornada é um convite para que cada participante seja um agente de transformação que irá contribuir na construção de um legado para um mundo mais verde, mais equilibrado, mais responsável para as futuras gerações”, define Regis Damasio Salles, superintendente da monteCCer.

A pauta, durante os dois dias de evento, gira em torno de temáticas que vão desde a conservação do meio ambiente até a evolução das boas práticas adotadas na agricultura brasileira. Uma verdadeira jornada que contempla questões cada vez mais presentes, com destaque às agendas institucionais, corporativas e mercadológicas, nacionais e mundiais.

A programação terá a participação de convidados que estiveram na Conferência do Clima das Nações Unidas (COP 27) ou envolvidos de forma direta com o tema, como Daniel Barcelos Vargas (economista, professor e coordenador do Observatório de Bioeconomia da FGV), Renata Potenza (Coordenadora de Projetos em Clima e Cadeias Agropecuárias no Imaflora, e coordenadora técnica do estudo carbono monteCCer) e Kellen Severo (jornalista especializada em Economia e Agronegócios, colunista no Jornal da Manhã e apresentadora do Painel Hora H do Agro, na TV Jovem Pan News) e Samanta Pineda (advogada especialista em Direito Socioambiental, habilitada como Coordenadora de Gestão Ambiental pela DGQ da Alemanha, professora de Direito Ambiental no MBA da FGV).

Durante a programação será apresentado o painel “Cerrado Mineiro: + Valores?“ com a moderação de Francisco Sergio de Assis (cafeicultor e Presidente da monteCCer) e a presença de três fazendas da Região que são casos de sucesso na aplicação da cafeicultura de baixo carbono. “Iniciamos esse trabalho com a monteCCer em 2020, onde o Imaflora desenvolveu um estudo de balanço de carbono que apoiou um grupo de 34 fazendas da cooperativa a alcançar a certificação de baixa emissão de carbono. Queremos motivar outras propriedades a estarem conosco nessa jornada”, explica Renata Potenza, do Imaflora. O lançamento será às 15h30, no dia 29 de novembro.

Também estarão presentes nos temas como “Mercado de Carbono: Quais são os incentivos pelas boas práticas?” e “Como Comunicar os Valores do Agro Brasileiro?”: Rosana Jatobá (jornalista, advogada, âncora da Rádio CBN Brasil e apresentadora do CBN Sustentabilidade), Eduardo Bastos (CEO My Carbon, Minerva Foods) e Dafna Blaschkauer (executiva global, formada em Administração de Empresas (FEA-USP), 25 anos em posições de Liderança, atuando em empresas como Nike, Apple e Microsoft).

“A necessidade de debater esse tema tão urgente para a cafeicultura mundial foi o que nos mobilizou a organizar essa pauta na Região do Cerrado Mineiro juntamente com parceiros que já desenvolvemos diversos projetos ao longo dos anos”, enfatiza a gerente de agronegócio do Sebrae Minas, Priscilla Lins.

A 1ª Jornada “O Mercado e o Café Carbono Neutro”

O evento tem a missão de ser o primeiro da cafeicultura a tratar dos assuntos abordados na COP-27. Ao trazer um panorama dessa agenda e aprofundar outros temas de interesse do produtor rural, a 1ª Jornada “O Mercado e o Café Carbono Neutro” reforça o chamado do meio ambiente para que cada parte da sociedade assuma o seu papel na redução da emissão de carbono e seja um agente de transformação no trabalho permanente de dar mais valor à terra que nos alimenta.

A Jornada terá debates com profissionais renomados do setor do café e outros que também atuam nas pautas de carbono, que participarão em painéis, palestras e clínicas tecnológicas definidos na programação. O formato do evento possibilita aos participantes proposições importantes e relevantes para a tomada de decisão no dia a dia da lavoura, clínicas de aplicação das ideias e também momentos de relacionamento e troca entre os participantes.

Patrocínio Master: Sicoob Montecredi e NetZero e Patrocínios Diamante: Volcafe e Dutch Bros.

Serviço 1ª Jornada “O Mercado e o Café Carbono Neutro” Quando: 29 e 30 de novembro Onde: Espaço Vivendas – Monte Carmelo, MG Mais informações: www.jornadacafecarbononeutro.com.br


12 visualizações0 comentário
bottom of page