Buscar
  • Fischer Comunicação

Preços do canéfora encerram mês de outubro em alta


Segundo o Centro do Comércio de Café de Vitória (CCCV), de maio até outubro de 2020, as médias de todas as cotações do canéfora (conilon) estão superiores quando comparadas ao mesmo período do ano passado. Em alguns momentos isso ocorreu pela combinação de níveis de bolsa mais estáveis e taxa de dólar mais alta contra o real. Isso é positivo para a remuneração do produtor rural.


Ao longo do mês, os preços do canéfora mantiveram-se superiores aos preços do arábica devido à forte demanda pela indústria nacional de café solúvel, de torrado e moído e, principalmente, para a exportação, totalizando volume por demais superior à demanda pelo arábica “rio”.


Com a baixa competitividade do Vietnã, o canéfora (conilon) foi ainda mais favorecido. Comparativamente, a média desta espécie teve queda de 1,3 pontos percentuais em relação à média de setembro. Entretanto, em relação a outubro de 2019, os preços médios do canéfora representaram um aumento de 34%.


O presidente do CCCV, Márcio Candido Ferreira, explica que essa realidade se dá em virtude da relação Bolsa de Londres X Taxa de Dólar serem mais favoráveis (ao canéfora), do que a relação Bolsa de Nova Iorque (NY) X Dólar. Os diferenciais praticados para o arábica se alargaram (maior desconto contra a Bolsa de NY), enquanto que no canéfora os diferenciais contra a Bolsa de Londres se estreitaram (menor desconto) pela falta de competitividade do Vietnã.


As informações são do Centro do Comércio de Café de Vitória.

1 visualização

Logo_ForCafe.png

Vendas e informações

11 2730 0522

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • LinkedIn ícone social

@forcafe

Quero expor