top of page
Buscar
  • Foto do escritorForcafé

Nescafé busca apoiar transição dos agricultores para cultivo de café regenerativo


A Nescafé delineou seu amplo plano para ajudar a tornar o cultivo de café mais sustentável, denominado NESCAFÉ PLAN 2030. A marca está trabalhando globalmente com produtores de café para ajudá-los a fazer a transição para a agricultura regenerativa, acelerando uma década de atuação do NESCAFÉ PLAN, conhecido no Brasil como Programa Cultivado com Respeito.

A marca investirá mais de um bilhão de francos suíços no projeto até 2030. Esse investimento dá continuidade ao NESCAFÉ PLAN atual, à medida que a marca expande seu trabalho com foco em sustentabilidade. Ele tem o respaldo do financiamento agrícola regenerativo da Nestlé seguindo o compromisso do Grupo de acelerar a transição para um sistema alimentar regenerativo e a ambição de alcançar zero emissões líquidas de gases de efeito estufa.

"As mudanças climáticas estão pressionando as áreas de cultivo de café", disse David Rennie, diretor da divisão de marcas de café da Nestlé. "Com base na experiência de dez anos do NESCAFÉ PLAN, estamos acelerando nosso trabalho para ajudar a enfrentar as mudanças climáticas e enfrentar os desafios sociais e econômicos nas cadeias de valor da Nescafé", complementa.

Até 2050, o aumento das temperaturas reduzirá a área adequada para o cultivo de café em até 50%. Ao mesmo tempo, cerca de 125 milhões de pessoas dependem do café para seu sustento e estima-se que 80% das famílias de cafeicultores vivam na linha da pobreza ou abaixo dela. É preciso agir para garantir a sustentabilidade do café a longo prazo.

"Como uma marca de café líder mundial, a Nescafé tem como objetivo ter um impacto real no cultivo do café em todo o mundo. Queremos que os produtores de café prosperem tanto quanto queremos que o café tenha um impacto positivo no meio ambiente. Nossas ações podem ajudar a impulsionar mudanças em todo o setor do café", comentou Philipp Navratil, diretor da unidade de negócios estratégicos de café da Nestlé.

Transição para o cultivo de café regenerativo

A agricultura regenerativa é uma abordagem que visa melhorar a saúde e a fertilidade do solo, bem como proteger os recursos hídricos e a biodiversidade. Solos mais saudáveis são mais resilientes aos impactos das mudanças climáticas e podem aumentar a produtividade, ajudando a melhorar o sustento dos agricultores.

A Nescafé oferecerá aos agricultores treinamento, assistência técnica e mudas de café de alto rendimento para ajudá-los a fazer a transição para práticas regenerativas de cultivo de café. Entre os exemplos de práticas de agricultura regenerativa estão:

· O plantio de cobertura vegetal ajuda a proteger o solo. Também ajuda a adicionar biomassa ao solo, o que pode aumentar a matéria orgânica presente e, assim, o sequestro de carbono no solo.

· A incorporação de fertilizantes orgânicos contribui para a fertilidade do solo, o que é essencial para a boa saúde do solo.

· O aumento do uso de silvicultura e cultivo entre culturas contribui para a preservação da biodiversidade.

· A poda dos cafeeiros existentes ou sua substituição por variedades resistentes a doenças e mudanças climáticas ajudará a rejuvenescer os cafezais e aumentar a produtividade dos agricultores.

Origens que produzem 90% do café para Nescafé

A Nescafé trabalhará com produtores de café para testar, aprender e avaliar a eficácia de várias práticas de agricultura regenerativa. Isso será feito com foco em sete fontes principais, de onde a marca obtém 90% de seu café: Brasil, Vietnã, México, Colômbia, Costa do Marfim, Indonésia e Honduras.

O objetivo é alcançar:

· 100% de café de origem responsável até 2025, sendo que no Brasil a meta foi alcançada em 2019

· 20% do café obtido de métodos agrícolas regenerativos até 2025 e 50% até 2030 como parte da ambição da Nestlé para seus principais ingredientes

Projeto piloto no México, Costa do Marfim e Indonésia

A marca oferecerá programas que visam ajudar os agricultores a melhorar sua renda como resultado dessa transição. No México, Costa do Marfim e Indonésia, a Nescafé promoverá um plano piloto de apoio financeiro para acelerar a transição para a agricultura regenerativa. Entre as medidas estão:

· Incentivos financeiros condicionados à adoção de práticas agrícolas regenerativas

· Proteção de renda por meio de seguro meteorológico

· Maior acesso a linhas de crédito para agricultores

A Nescafé acompanhará a evolução e avaliará os resultados de seus programas de campo com os produtores de café por meio de sua parceria de monitoramento e avaliação com a Rainforest Alliance. Seus esforços serão complementados por novas parcerias focadas em expertise, como a do Sustainable Food Lab para tópicos relacionados à avaliação de renda, estratégia e acompanhamento do progresso dos produtores de café.

Avanços no Brasil

No mercado brasileiro, o NESCAFÉ PLAN recebe o nome de Cultivado com Respeito. Lançado em 2011, apoia mais de 1.100 famílias cafeicultoras com a implementação de sistemas transparentes de remuneração, bonificadas pela qualidade de suas safras e a biodiversidade a partir de novas técnicas de cultivo. Atualmente, 100% das fazendas que fazem parte do programa já aplicam ao menos uma prática regenerativa.

Fonte: CaféPoint

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page