Buscar
  • Fischer Comunicação

Mantiqueira de Minas é a 2ª região brasileira com selo de Denominação de Origem


O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), do Ministério da Economia, comunicou que foi deferido o pedido de alteração de registro da Indicação de Procedência da Serra de Mantiqueira de Minas Gerais para Denominação de Origem Mantiqueira de Minas. Com isso, a região se torna a segunda D.O. do Brasil, junto com o Cerrado Mineiro.


A alteração, válida para café verde em grão e café industrializado torrado em grão ou moído, foi solicitada pela Associação dos Produtores de Café da Mantiqueira (Aprocam), em 5 de maio de 2016. Na época, Antônio Junqueira Vilela era o presidente da associação, que é responsável pela produção anual de 1,2 milhão de sacas de café.


Segundo ele, a Aprocam, as cooperativas Cocarive, Cooperrita e Coopervass, e os pesquisadores da Universidade Federal de Lavras (Ufla), da Embrapa Café, do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), da Universidade de Brasília (UnB) e do Instituto Mineiro de Agropecuária, reuniram esforços para desenvolver um embasamento técnico e científico para a conformidade de padrões de identidade e qualidade do café da região, conhecida como Serra da Mantiqueira, tendo em vista a delimitação geográfica com a caracterização do potencial climático e edáfico para a cafeicultura de alto desempenho sensorial.


“Durante os anos de 2010 a 2013, foram realizadas diversas atividades com o propósito de caracterizar o clima e o ambiente físico (solo, relevo, declividade, altitude e exposição de vertente) das áreas de produção de café na região da Mantiqueira e mapear ambientes homogêneos potencialmente aptos à produção de cafés especiais”, disse Antônio, destacando que durante o período a região contou com apoio do Sebrae Nacional, Sebrae Minas e da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig).


25 municípios fazem parte da nova Denominação de Origem Mantiqueira de Minas, sendo eles Baependi, Brasópolis, Cachoeira de Minas, Cambuquira, Campanha, Carmo de Minas, Caxambu, Conceição das Pedras, Conceição do Rio Verde, Cristina, Dom Viçoso, Heliodora, Jesuânia, Lambari, Natércia, Olímpio Noronha, Paraisópolis, Pedralva, Piranguinho, Pouso Alegre, Santa Rita do Sapucaí, São Lourenço, São Gonçalo do Sapucaí, São Sebastião da Bela Vista e Soledade de Minas. Segundo o caderno de especificações técnicas, os cafés são plantados acima de 1.040 metros de altitude.


O novo selo tem influência positiva no desenvolvimento da região, uma vez que cria valor local e evidencia um mercado diferenciado para os produtores, agregando valor e contribuindo para o fortalecimento de atividades turísticas e culturais. “A D.O. atribui valor à região diferenciando-a de outras localidades e este patrimônio regional traz benefícios em todas as áreas econômica, social, ambiental e cultural”, explicou o ex-presidente, que ficou à frente da Aprocam por 17 anos.


Para Lucas Alckmin, presidente da Aprocam desde dezembro de 2019, o selo de Denominação de Origem é uma chancela dos órgãos oficiais sobre a qualidade e exclusividade dos cafés da Mantiqueira de Minas. “Ao longo do tempo, temos desenvolvido diversos trabalhos para que os consumidores de café da Mantiqueira também tenham essa certeza. Temos uma grande expectativa de que agora seremos mais procurados não só por clientes de cafés crus, mas também por consumidores finais. Toda essa possível demanda deverá trazer para os produtores da região oportunidades de comercializar os seus cafés com um valor agregado maior e também explorar atividades como turismo rural, artesanato e culinária”, explica.


A região, que busca ser um polo de entretenimento e prazer para todos os consumidores, produz cafés que possuem predominantemente notas cítricas, florais e frutadas, além de corpo cremoso e denso, acidez cítrica com intensidade média/alta, doçura evidente e finalização longa.


O que é Denominação de Origem?


Denominação de Origem é um nome geográfico que designa produtos ou serviços cujas qualidades ou características se devam exclusivamente ou essencialmente a uma determinada região. Para solicitar a D.O., deve ser apresentada a descrição das qualidades e as características do produto ou serviço que se destacam, exclusiva ou essencialmente, por causa do meio geográfico, ou aos fatores naturais e humanos.


Em 2015, o CaféPoint esteve presente na Mantiqueira de Minas e gravou um sobrevoo em uma fazenda de café no município de Cristina (MG). Confira as imagens:


Por Gabriela Kaneto

Fonte: Café Point



7 visualizações

Logo_ForCafe.png

Vendas e informações

11 2730 0522

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • LinkedIn ícone social

@forcafe

Quero expor