Buscar
  • Forcafé

Epamig ajuda a impulsionar turismo gastronômico de Minas Gerais


O estado de Minas Gerais foi eleito como um dos destinos mais acolhedores do mundo, de acordo com o ranking global do Traveller Review Awards 2021. Essa é a primeira vez que destinos brasileiros estão na lista dos "dez mais". A hospitalidade dos mineiros, as riquezas históricas, as belezas naturais e as comidas típicas chamam atenção fora do Brasil.


A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) colabora para alavancar o setor gastro turístico do estado. O objetivo é gerar tecnologias para impulsionar o mercado de produtos tipicamente mineiros e torná-los cada vez mais conhecidos. Os cafés, vinhos, azeites, e queijos com tecnologia Epamig, premiados em concursos internacionais, são atrativos para turistas em várias regiões do estado.


Minas é o estado que mais produz café no Brasil e possui o título de melhor café do mundo conquistado no Cup of Excellence, principal concurso internacional de qualidade da bebida. No mês de novembro, o café produzido com a cultivar Paraíso H419 da Epamig, no município de Coromandel, alcançou o 1° lugar na 8ª edição do Prêmio Região do Cerrado. A saca com 60 kg foi leiloada por R$ 20.717,00.


O reconhecimento concedido aos cafés mineiros desperta a atenção de turistas. Para a Q-Grader, Larissa Fassio, o gastro turismo do café tem o poder de transformar as pessoas por meio de estímulos dos sentidos. De acordo com a especialista, o entendimento além dos sabores presentes na xícara promove a valorização do trabalho e do empenho dos produtores.


"Caminhar por cafezais desperta o sentimento de pertencimento, de envolvimento com o processo produtivo como um todo. Faz com que o turista tenha mais consciência na hora de consumir o café. Como consequência, ele valoriza mais o grão e propaga a cultura. Tudo se liga, se encaixa e transforma para melhorar a vida das pessoas", enfatiza Larissa.


No Sul de Minas, principal região produtora do grão, um percurso de 35 km compõe a Rota do Café. O trajeto compreende os municípios de Carmo de Minas e São Lourenço, e proporciona aos turistas uma experiência única em fazendas centenárias. Já em Patrocínio, maior município produtor de café de Minas (e do Brasil), os turistas têm a possibilidade de visitar uma série de propriedades produtoras do grão. Além disso, a Cafeteria do Cerrado atrai apreciadores da bebida por vender cafés premiados em concursos e, até mesmo, exclusivos.


As informações são da EPAMIG, empresa vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa).

1 visualização0 comentário