Buscar
  • Forcafé

Embrapa Roraima inicia entrega de mudas de café Robustas Amazônicos para produtores de Polo Cafeeiro


A Embrapa Roraima iniciou a entrega de mudas de café Robustas Amazônicos para produtores que formarão o Polo Cafeeiro de Roraima. A entrega das primeiras mil mudas foi realizada no viveiro da Unidade, no início de abril de 2021, iniciativa em parceria com a Embrapa Rondônia e o governo do Estado de Roraima, por meio da Secretária Estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Roraima (Seapa) e Associação dos Empreendedores Rurais de Bonfim (AERBON).


O Polo Cafeeiro de Roraima, desenvolvido pela Embrapa Roraima, teve início com demandas prospectadas e identificadas nos Fóruns Municipais de Agricultura Familiar de Roraima (FAFs). Tem por objetivo promover o desenvolvimento da agricultura familiar por meio de planejamento estratégico alcançando a sustentabilidade das cadeias alimentares.


As primeiras mil mudas entregues contemplaram dois agricultores da Associação dos Empreendedores Rurais do Bonfim (AERBON), Roque Sichinel e Áureo Xavier, ambos assentados no Projeto de Assentamento Caju, no município de Bonfim (RR). Roque Sichinel mostrou-se orgulhoso e animado por ser um dos primeiros associados contemplados com mudas: “já estou com o solo pronto para iniciar meu plantio”.


“As parcerias entre a Embrapa Roraima, Embrapa Rondônia, Seapa e AERBON permitiram a criação do projeto do Polo Cafeeiro, que vai contribuir com o fortalecimento da agricultura familiar, tornando as associações e os agricultores mais sustentáveis. Pois, junto com o café que é o carro-chefe neste plantio, o agricultor poderá plantar outras culturas consorciadas”, disse Otoniel Ribeiro Duarte, Chefe-Geral da Embrapa Roraima.

A distribuição de mudas visa atender 20 agricultores. A implantação e desenvolvimento das lavouras serão acompanhados por técnicos da Embrapa Roraima, Seapa e das Secretarias Municipais, que passaram por capacitação realizada pela Embrapa Rondônia e agora irão monitorar o andamento das atividades.


Para Aluízio Nascimento, Secretário da Seapa, a parceria entre as instituições é positiva para agricultura familiar, indígenas e assentados. “A entrega das primeiras mudas de café para associação AERBON vai dar um grande passo com o projeto Polo Cafeeiro iniciando o plantio com os primeiros produtores contemplados”, afirmou.


Preparo das mudas


Atualmente, a Embrapa Rondônia é referência em pesquisa e transferência de tecnologias para cafeicultura na região Amazônica. Suas ações ocorrem principalmente em Rondônia, Mato Grosso, Amazonas, Acre e agora Roraima. As pesquisas têm desenvolvido material adaptado para as condições Amazônicas com os cafés Robustas Amazônicos.

A parceria entre as duas unidades tornou possível a realização do “Curso em sistema de produção de café Robustas Amazônicos”, que capacitou técnicos em outubro de 2020, e permitiu a realização de uma visita técnica da equipe da Embrapa Roraima à Rondônia em dezembro 2020. Assim, as unidades viabilizaram a disposição de 16 mil estacas de 10 híbridos, material que deu origem as mudas.


Após a visita, técnicos de Transferência e Tecnologia da Embrapa Roraima (TT) iniciaram o preparo das estacas para serem plantadas em viveiro adaptado atendendo todas as condições necessárias ao desenvolvimento das estacas e mudas. Com isso, houve cerca de 70% de pegamento dos materiais, resultando em 11 mil mudas de clones de 10 híbridos de Robustas Amazônicos, que serão doadas para agricultores parceiros já selecionados


Polo cafeeiro de Roraima


O Polo Cafeeiro vem sendo planejado e crescendo devido à união dos esforços entre Embrapa Roraima, Embrapa Rondônia e Embrapa Café e com diversas instituições de Roraima e Governo do estado de Roraima por meio da Secretaria Estadual de Agricultura Pecuária e Abastecimento (SEAPA), prefeituras dos municípios, participação dos produtores com demandas prospectadas por meio dos Fóruns Municipais de Agricultura Familiar realizados pela Embrapa Roraima.


Atualmente, quatro municípios serão atendidos com o Polo Cafeeiro com cafés do grupo arábica em Roraima, são eles: Uiramutã, Pacaraima, Norte de Normandia e parte do Amajarí (região do Tepequém). Desde 2019, o município de Pacaraima na região da Serra Pacaraima já iniciou o plantio com nove variedades de cafés arábica, provenientes da Embrapa Café.


As mudas de café Robustas Amazônicos serão destinadas, neste ano, aos agricultores da associação AERBON do município do Bonfim, que já receberam as primeiras mudas de Robustas Amazônicas.

Os produtores dos 11 municípios restantes já estão sendo selecionados para participarem do projeto conforme planejamento realizado através dos Fóruns Municipais da Agricultura Familiar de Roraima.

Neste momento, serão instalados quatro jardins clonais para produção de mudas para atender as demandas do Polo Cafeeiro.


O plantio do café é visto com um grande potencial para trazer sustentabilidade aos agricultores, pois, junto com o café, serão plantadas outras culturas consorciadas, como: graviola, caju, urucum, pimenta do reino, macaxeira, milho, feijão, abóbora, melancia, melão, amendoim, algodão colorido, abacaxi, batata doce, cana de açúcar, hortaliças e plantas para sombreamento como moringa e leucena.


As informações são da Embrapa Roraima.


4 visualizações0 comentário