Buscar
  • Forcafé

CCCV aponta segunda melhor parcial mensal de exportação de canéfora desde 1999


Relatório divulgado pelo Centro do Comércio de Café de Vitória (CCCV) aponta que o mês de fevereiro registrou a segunda melhor parcial mensal de exportação de canéfora (conilon) desde o ano de 1999, com um total de 300 mil sacas exportadas, alta de 40% em relação ao volume exportado em fevereiro de 2020.

A receita total exportada em fevereiro foi de 26 milhões de dólares, 45% superior à receita exportada no mesmo mês de 2020. Seu preço médio foi de 85 dólares por saca, 3% superior ao preço médio dessa variedade em fevereiro do ano anterior. Em relação a janeiro deste ano, o canéfora (conilon) revelou um incremento de 25% no volume exportado.

O arábica, por sua vez, registrou queda de 18% no volume exportado em relação a janeiro deste ano, com um total de 69 mil sacas exportadas. Mas o impacto na receita cambial foi menor, caindo 3% em relação ao mês anterior, totalizando 8,7 milhões de dólares. O preço médio de cada saca exportada de café arábica em fevereiro foi de 126 dólares, aumento de 18% em relação a janeiro, tendo em vista o dólar forte frente ao real.

As exportações de café solúvel subiram 4% em relação a janeiro, com um total equivalente a 25 mil sacas exportadas. Sua receita exportada foi de US$ 3 milhões, o que representou uma subida de 3% em relação a janeiro.

No total, fevereiro registrou um volume exportado de 395 mil sacas, com um crescimento de 13% em relação a janeiro, e uma receita de US$ 37 milhões, aumento de 16% em relação ao mês passado.

As informações são do Centro do Comércio de Café de Vitória.

4 visualizações0 comentário