Buscar
  • Forcafé

90% da safra 2020/2021 de café já foi comercializada até abril


A consultoria Safras & Mercado apontou que a comercialização da safra passada de café, 2020/2021, atingiu 90% do projetado até o dia 13 de abril. Atualmente, os produtores se prepararam para a colheita da nova temporada, com alguns já iniciando as atividades.

As informações divulgadas mostraram uma evolução de três pontos percentuais nas vendas em relação ao mês anterior, ficando levemente acima do índice da mesma época do ano passado para a safra 2019/2020 (89%) e também da média dos últimos cinco anos para o período (88%). “A chegada da safra brasileira 2021 explica o avanço no fluxo de vendas”, informou em nota o consultor de Safras & Mercado, Gil Barabach.

De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), poucos produtores de café canéfora (robusta e conilon), que começam a colher antes dos cafeicultores de arábica, já deram a largada nos trabalhos.

Com referência em Rondônia, o Cepea explicou que a expectativa é de que um volume mais significativo de canéfora chegue ao mercado entre o final de abril e o começo de maio. Até o momento, poucos grãos estão disponíveis para comercialização, uma vez que produtores estão concentrados nas entregas programadas em meses anteriores.

Considerando o índice da Safras & Mercado para a comercialização, as vendas da colheita passada somaram 62,80 milhões de sacas de 60 kg. Segundo Barabach, o dólar alto e a recuperação na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) acabou elevando os preços no físico interno, o que trouxe um pouco mais de vendedores ao mercado. “Apesar do interesse, o fluxo de negócios segue bem cadenciado”, afirmou o consultor.

As vendas de café arábica da safra 2020/2021 subiram para 89% da produção e as de canéfora alcançaram 95% do total previsto.

As informações são da Reuters.

2 visualizações0 comentário